Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ NOVIDADES LOIRAS/RUIVAS - RJ MORENAS/NEGRAS - RJ TRAVESTIS - RJ SITES Casting de Acompanhantes RJ
PÁGINA PRINCIPAL (TODAS) FOTÓGRAFOS CONTOS ERÓTICOS PARCEIROS CONTATO RSS ANUNCIE AQUI
 
 

A casa abandonada (meteção sem fim)



Tinha 18 anos nessa época bons o meu nome não vai dizer, mas hoje estou com 22.

Já era noite levei minha ex-namorada na casa dela, resolvi corta caminho eu estava a pé estava passando em um lugar que havia apenas lotes de terrenos para construção tinhas algumas casas sendo construídas , estava escuro ninguém por ali der repente apeteceu um mulher muito gostosa atravessando o mesmo caminho que eu passando por ela eu olhei pra ela deu um sorriso, logo pensei essa mulher e puta, ela usava um blusa que com um super decote seus peitos ficava praticamente a mostra e uma saia bem curta , estava com batom vermelho e um belo de um salto; nesse relance de sorriso ela me disse - quer transar comigo cobro 50 reais faço de tudo com você. Logo disse que não tinha dinheiro ali ela pensou um pouco e falo - vamos assim mesmo eu quero transar agora e você vai me satisfazer ela me puxo pelo braço e fomos numa daquelas casas ali construindo, mas na hora que chegamos em frente de uma casa no fundo dela havia um fecho de luz ela me puxo até lá e havia três caras lá ela falo pra eles - toma esse aqui e se divertem com ele, eu disse - deixa eu ir embora eu não falo pra ninguém e vocês, um deles respondeu com ar de nervoso - você e nosso pela noite inteira nos vai da uma comidinha no teu cú. Todos eles caíram na risada inclusive aquela puta desgraçada, ai um deles me puxo pelo braço me levo mais próximo da luz era tipo uma lamparina tinha um colchão no chão e dava pra percebe bem próximo dali um carro preto estacionado, só podia ser deles.
Os três caras tiraram a roupa completamente se masturbaram ate o Pinto ficar duro, e um deles começo a bater nas minhas costa eu estava imóvel, a puta senta na cadeira logo ali rindo da tal cena, perguntei pra eles com uma voz engasgada de raiva - por que vocês não comem essa puta ai? Todos riram - Ela e nossa prima. Um disse - ela apenas procura uns troxa que anda por aqui à noite e traz pra nos faze uma festinha!
Eu disse - vão tomar todos no cú (eu tava apavorado vende aqueles pintos batendo em mim) o mais alto disse - vamos para de falar e começa a comer a nossa sobremesa pessoal. Dois deles abriram minas pernas e o mais fortinho (aparentava ser) guspiu nos dedos e cravo eles no meu cú eu gritei de dor ele deu uma risadinha e disse - É agora! E enfio o pinto dele no meu cú logo senti o sangue escorrer entre minhas pernas, eles começo a me bomba de leve e foi aumentando a velocidade os outros dois ficaram o olhando e já tinha me soltado, pensei em me levantar, mas tava doendo muito e também já era tarde de mais, o mais alto enfio o pinto dentro da minha boca eu engasguei ele falo pra mim chupa direito se não eu ia apanhar tive que obedecer tinha um gosto estranho, mas foi deslizando cada vez mais e logo eu tava chupando bem rápido ele dava umas gemida e o outro me bombando por traz eu ele me troco de posição e pos de frango assado meu cú tava todo dolorido, ele pos de novo e bombo num entra e sai que eu não dei conta e gemi sem quer ele deu aquele sorriso e foi cadê vez, mas forte o terceiro era mais moreno ai ele veio enfio o pinto na minha boca percebi que o pinto dele era o maior de todos ali mal entrava a cabeça na minha boca ele começo a enfia e fazer movimentos de vai e vem na minha boca o que tava fodendo meu rabo solto um gozo lá dentro e começou a escorrer sangue e porra do meu cú e eles falo -Sente minha porra quentinha descer no teu rabo.
O cara alto veio e mando ver mas nessas horas eu já tava gostando da idéia de dar o cú e chupa pinto eu tinha me acostumado com aqueles movimentos, era tão "gostoso".
A puta saiu pra fora, dava pra ver por que aquela casa estava em construção eu ouvi um barulho de carro se afastando o que tinha me arrombado sento na cadeira que estava ela e fico assistindo o cara me fuder e o outro enfiando na minha boca, eu disse - já que ta me comendo come que nem homem seu bixa! O cara ficou alucinado e aumentou a velocidade e bombava dava pra ouvi um barulho do meu cú naquela vai e vem alucinado eu acabei gozando como eu tava de frango assado acertei a cara do rapaz que estava me fodendo me toda cara ele limpo com a manga da blusa e começo me foder batendo na minha bunda era cada tapa que estralava meu cú estava exausto de tanta meteção o kra me fodendo e batendo o kra da piroca grande solto um gozo dentro da minha boca chegou escorre pelo meu pescoço de tanta porra que saiu. Finalmente o kra tiro o pinto do meu cú e fez eu chupa aquele pinto todo gozado e fedendo cú enfio na minha bica e terminei de chupa hora que tava pra goza ele tiro da minha boca e gozo na minha cara, lavo minha cara com a porra dele fiquei todo melado era uma sensação que me dava prazer eu falei - agora vai você me fode (para o cara do pinto grande) ele falo - agora vo te rasga em dois!
Ele enfio com tudo parecia que tinha me rasgado mesmo começo a sai sangue de novo ele passo a mão no sangue e fez eu chupa os dedos dele todo sanguentado. Ele me fodeu na mesma posição do outro de frango assado depois de tanto vai e vem me boto de quatro (apesar de tudo foi à posição que mais gostei) ele fodia meu cú eu gemia feito uma puta tava delicioso aquela piroca gigante me atravessado, ele gozo no meu rabinho. Um deles estava falando no celular que já tinham terminado de me foder uns 10 minutos depois chegou à puta com uma sacola ela recolheu minhas roupas do chão e me deu a sacola eles me deram uma lanterna e ficaram esperando eu vesti a roupa primeiro falaram pra por as roupas se não ia me por no porta malas do carro e joga eu na avenida principal da cidade pelado bom nessas circunstancia eu puis um sutiã uma blusa com decote e ia ate a metade da barriga uma calcinha e uma sai curtinha e sapato de salto a puta veio e passo o batom dela vermelho eles montaram no carro e foram embora depois disto nunca mais os vi. Consegui chega em casa sem que pessoas que eu conhecia me vise. Depois desse dia meu cú ficava querendo foda era tinha um sensação diferente era gostosa bom ai tinha que atender a vontade do meu cú. Mas eu digo foi gostoso aquela meteção às vezes queria que acontecesse de novo foi muito bom!



Enviado por Rabo Rachado em 01/12/2008

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
A vida é curta, curta um caso. Ashley Madison.
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters